Os quatro pilares do Posicionamento para o palestrante de sucesso

Se nós não sabemos qual o caminho a percorrer, qualquer trajeto nos serve. Ter a clareza do percurso a seguir, dá a você a base para planejar e comunicar melhor o seu produto para o mercado.

Com o “marketing onfline”, como diz Conrado Adolpho, o maior especialista nesta área, a comunicação tomou uma proporção ainda maior. Mas como ter uma marca pessoal que faça a diferença na hora de vender sua palestra?

1) Segmentação: Quanto mais segmentado for o seu tema, mais fácil se torna ser lembrado naquele nicho específico e maior o interesse do mercado.

2) Inovação: Se o seu tema for inovador, é muito provável que você consiga um posicionamento. Se não, quem são os seus concorrentes e como você pode se diferenciar e inovar, sem inventar moda?

3) Preço: Aqui entra a questão preço e valor. O que você entrega? Você quer se posicionar como o palestrante que “faz de graça” ou “faz baratinho” ou como aquele que “entrega resultado”? Metaforicamente; você quer ser uma caneta popular ou uma Montblanc (criada na Alemanha em 1906 com o propósito de ser “a melhor caneta do mundo”)? Claro que sempre haverá espaço e público para tudo. E na cabeça das pessoas a busca inicial sempre será por um preço adequado. Por isso é muito importante escolher onde você vai querer estar – qual caneta é você?

4) Autoridade: Se você for uma autoridade no seu tema, o seu posicionamento será ainda melhor. Hoje com a internet, você precisa ter claro quais os resultados concretos você entrega e qual a sua imagem percebida. Ou seja, se você é exemplo do que fala, se tem consistência e congruência.

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar